Rio Branco é uma das primeiras capitais do país a implantar o motocímetros

O Sindicato dos Taxistas e Condutores Autônomos de Rio Branco (Sintcac), em parceria com a Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) e a Prefeitura de Rio Branco, realizaram a entrega oficial dos motocímetros que irão regularizar o custo em viagens de mototáxis.
Os dispositivos instalados são parte de um projeto de lei do deputado Federal Léo de Brito, que também esteve no evento e falou da importância do serviço e a segurança no preço considerado pela classe.
“Vi que essa atualização beneficia não apenas os mototaxistas, mas também a clientela que precisa pagar um preço justo. A luta de trazer os motocímetros para o Acre foi intensa”, disse.
O motocímetro deve, de acordo com a legislação, funcionar em cidades com mais de 40 mil habitantes, muito embora, a consolidação do aplicativo ainda é sistemática e deve chegar a outros lugares do Brasil até julho de 2018, é o que afirma o parlamentar. Brito disse ainda que certamente os valores irão ser ajustados, a partir da utilização do método de cálculo.
Além do lançamento do produto, o presidente do Sintcac, Esperidião Teixeira, mostrou o novo aplicativo para smartphones, que facilitará a comunicação entre a pessoa que deseja fazer uma viagem e o motorista profissional, mostrando preços e rotas específicas.
“Avançando é que seguimos. Em breve, ofereceremos um serviço digital completo, com eficiência e qualidade”, comentou.
O prefeito da cidade de Rio Branco, Marcus Alexandre, o vereador Rodrigo Forneck e a vereadora Elzinha Mendonça também estiveram no lançamento e citaram as implicações técnicas da inovação tecnológica.
“A cidade de Rio Branco ganha muito com essa possibilidade criativa e passa a ter um bom reconhecimento no âmbito do turismo, lazer e etc”, concluiu Alexandre.