Léo de Brito visita 22 municípios do Acre em nove meses de mandato

O deputado federal Léo de Brito (PT) fechou os primeiros nove meses de mandato com saldo positivo. Foram 22 municípios acreanos percorridos, dois projetos apresentados, mais de 40 discursos na tribuna, participação ativa em 17 comissões e em debates de grande relevância nacional, como o da redução da maioridade penal. Apesar da intensa atividade parlamentar em Brasília, Brito aproveita os fins de semana para vir ao Acre cumprir agendas, especialmente voltadas para a comunidade.

Na sexta-feira, 2, Léo chegou à capital, Rio Branco, seguindo direto para Manoel Urbano, juntamente com a comitiva do governo do Acre para ver inaugurada a maior madeireira do mundo, construída no município. Em seguida, o deputado partiu para Cruzeiro do Sul, passando também por Mâncio Lima e Rodrigues Alves, onde participou de plenárias e atos de filiações do Partido dos Trabalhadores.

Mas sua primeira viagem ao Acre, após ser empossado, foi durante o feriado de carnaval, quando o deputado se dedicou, por três dias, a conhecer de perto a realidade das comunidades ribeirinhas de Marechal Thaumaturgo. Navegando pelo Rio Tejo, Léo visitou as vilas Foz do Breu, Pedra Pintada, Restauração e Belfort, onde vivem famílias tradicionais da Reserva Extrativista Alto Juruá.

Para Léo de Brito, que faz questão de estar em seu Estado de origem toda semana, apesar das dificuldades devido à distância, é essencial se fazer presente e manter o contato direto com o povo que o elegeu. “Estabeleci como meta fazer um mandato pé no chão e pé na estrada. É só de perto, dentro das comunidades, conversando com as pessoas, que a gente pode identificar os gargalos mais facilmente. Assim, vamos norteando nossas ações, trabalhando para contribuir da melhor forma”, diz Léo.

Deputado Leo de Brito e ribeirinho na Comunidade Restauração, em Marechal Thaumaturgo - Foto: Da Assessoria
Deputado Leo de Brito e ribeirinho na Comunidade Restauração, em Marechal Thaumaturgo – Foto: Da Assessoria

Foco na Educação

Professor da universidade federal do Acre, Brito tem feito da Educação o carro chefe do seu mandato. Na Comissão de Educação da Câmara, ele preside a subcomissão destinada a acompanhar, monitorar e avaliar o processo de implementação das estratégias e do cumprimento das metas do Plano Nacional de Educação – PNE, proposta pelo próprio deputado.

Léo também é o relator do Projeto de Decreto Legislativo (PDL 57/2015) na Comissão de Cultura que garante mais acessibilidade aos portadores de deficiência visual aos textos impressos, estabelecida pelo Tratado de Marrakesh, celebrado em 28 de junho de 2013.

Projetos

O primeiro projeto de Lei (PL 1275/2015) apresentado por Léo obriga as instituições públicas e privadas de ensino médio do Brasil a ofertarem a orientação vocacional aos alunos, feita por profissionais habilitados.O parlamentar acredita que a proposta pode reduzir o índice de evasão no ensino superior. Já a segunda proposta apresentada pelo deputado petista é a de tornar crime hediondo o aliciamento de menores para a prática de crimes.

Da Assessoria