Leo de Brito quer que Acre seja referência na redução de homicídios contra jovens

O deputado federal Leo de Brito destacou nesta quinta-feira (28), em discurso no plenário da Câmara, o resultado da 5ª Edição do Índice de Homicídios na Adolescência. A pesquisa aponta o Acre em penúltimo lugar na lista de homicídios sofridos por adolescentes, especificamente na faixa dos 12 aos 18 anos, nas 27 unidades da federação. O documento foi elaborado pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República.
Como ex-secretário da Juventude e agora como deputado federal, vou continuar lutando para que o Estado do Acre avance cada vez mais nas ações articuladas de Educação, Esporte, Cultura e formação profissional, de modo a que nossa juventude continue a ser referência no Brasil”, afirmou o deputado que tem focado nesses temas para conduzir o seu mandato.
De acordo com o estudo feito pela Secretaria de Direitos Humanos, o Acre consta como o estado menos violento da Região Norte e o segundo menos violento do Brasil. “Esse resultado, senhor presidente, representa uma clara sinalização do avanço e da consolidação de políticas públicas voltadas para a juventude no Estado do Acre nos últimos 16 anos de governo do Partido dos Trabalhadores”, disse Leo de Brito.
O parlamentar afirmou ainda que está protocolando requerimento na CPI da Violência Contra Jovens Negros e Pobres, solicitando a realização um seminário no Acre sobre o tema, com a presença do presidente da comissão, Reginaldo Lopes, do PT de Minas Gerais.
Da Assessoria