LEO DE BRITO QUER ÓCULOS PARA FACILITAR ALFABETIZAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS

Romerito Aquino (*)

Em audiência com o diretor de Políticas de Alfabetização e Educação de Jovens e Adultos do Ministério da Educação (MEC), Mauro José da Silva, o deputado federal Leo de Brito (PT-AC) solicitou apoio para o Acre adquirir óculos para os jovens e adultos que apresentam dificuldades visuais para se alfabetizarem.

Segundo o parlamentar petista, os óculos são necessários para evitar a evasão dos alunos do programa de alfabetização do Acre, que tem como meta estabelecida pelo governo Tião Viana a de zerar o analfabetismo do estado até dezembro de 2018.

Mauro Silva informou a Leo de Brito que vai encaminhar seu pedido para os responsáveis pelo programa Olhar Brasil, do Ministério da Saúde, que atua em parceria com o MEC para solucionar as deficiências visuais dos alunos beneficiados pelo programa de alfabetização do governo federal em todo o país.

O deputado solicitou, de imediato, à sua assessoria para marcar audiência com o responsável pelo programa Olhar Brasil, no Ministério da Saúde, para reforçar o pedido do apoio oftalmológico aos jovens e adultos acreanos que apresentam deficiência visual no aprendizado.

Leo de Brito também foi informado pelo diretor do MEC que o Ministério está atualizando o pagamento das bolsas benefícios que são pagas para os alfabetizadores dos programas de alfabetização em todos os estados atendidos pelo programa de alfabetização do governo federal.

“A nossa preocupação agora é fortalecer o programa de alfabetização do governo do Acre, liderado pelo governador Tião Viana, que tem a proposta ousada de, até 2018, zerar o analfabetismo no nosso estado”, disse Leo de Brito, ao sair da reunião do MEC.

Segundo o deputado petista, o programa de alfabetização em execução no Acre tem como meta de alfabetizar nos próximos três anos e quatro meses cerca de 65 mil pessoas que ainda são consideradas analfabetas no estado.

“Se nós não tivermos uma ação forte para que as pessoas possam adquirir seus óculos, nós vamos ter problemas, pois muitas delas vão deixar de ir para as salas de aulas porque não terão as condições mínimas de visibilidade necessária para que possam estudar”, afirmou.

Leo de Brito enfatizou que, como deputado federal, se encontra em Brasília para apoiar e dar o suporte necessário à alfabetização de todos os acreanos, que é uma ação importante e estruturante para o estado erradicar de uma vez por todas o seu analfabetismo, cuja erradicação é uma das metas do Plano Nacional de Educação (PNE) para todos os estados brasileiros.

(*) Jornalista.