Leo de Brito quer explicações sobre aumento abusivo do preço de combustíveis no Acre

O deputado federal Leo de Brito vai cobrar da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e
Biocombustíveis (ANP) explicações sobre o aumento do preço da gasolina e do diesel, anunciado na
última semana. Com esse reajuste o preço do litro da gasolina, por exemplo, chega a R$ 6, em
Marechal Thaumaturgo, município que lidera o ranking com o preço mais caro do estado.

“A ANP é uma autarquia ligada diretamente ao Ministério de Minas e Energia e tem com uma de suas
atribuições acompanhar a evolução dos preços dos combustíveis e comunicar aos órgãos de defesa
da concorrência os indícios de infrações contra a ordem econômica. É um absurdo que os acreanos, em
especial aqueles que estão em localidades de difícil acesso cheguem a pagar R$ 6 no litro da gasolina”,
explicou o parlamentar.

Depois de Marechal Thaumaturgo, Mâncio Lima aparece com o preço de R$ 5,10 seguido de Cruzeiro
do Sul por R$ 4,98, Rodrigues Alves e Rio Branco por R$ 4,48 e R$ 4,27, respectivamente.
Desde outubro do ano passado, a Petrobrás adotou uma nova política de reajuste, passando a corrigir
mensalmente o preço dos combustíveis, não somente nas refinarias.

Na próxima semana, quando acaba o recesso parlamentar, o deputado Leo de Brito deve apresentar
requerimento cobrando explicações do Ministério de Minas e Energia, junto à Comissão de Fiscalização
Financeira e Controle (CFFC).