Leo de Brito denuncia: “Governo federal virou as costas e a BR 364 pode fechar”

O deputado federal Leo de Brito usou seu tempo na Tribuna da Câmara Federal, esta semana, para denunciar o descaso do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) com a manutenção e fiscalização da BR 364, no Acre. “Depois de seis anos de plena trafegabilidade, a BR 364 pode fechar e os acreanos podem voltar a era do isolamento”, afirma.

O deputado relembra o esforço realizado pelos governos anteriores para que a rodovia ficasse aberta de janeiro a janeiro. “Vivemos o grande sonho da integração que foi construído, com muito sacrifício porque só quem conhece a realidade da Amazônia sabe o quanto é difícil realizar uma obra dessa proporção no Acre, e somente foi possível com empenho dos governadores Jorge Viana, Binho Marques e Tião Viana, e o apoio dos presidentes Lula e Dilma, mas o que a gente vê agora é o abandono total”, disse.

Segundo o parlamentar desde que a responsabilidade de manter e fiscalizar a rodovia passou para o governo federal, a estrada foi abandonada. “Enquanto a estrada estava sob responsabilidade do governo do Estado ficou aberta de verão a verão. Na última semana eu fui a Taraucá e vi de perto o descaso do governo federal.  Uma viagem que poderia durar, em média, quatro horas, chegar a dez horas”, relatou.

“Há alguns dias, dez caminhões não conseguiram passar e bloquearam a estrada. Essa é uma realidade que há anos não enfrentávamos”, declarou Leo de Brito. O parlamentar, seguiu seu discurso afirmando que “o DNIT não está fiscalizando como deveria, e os veículos acima do peso permitido trafegam livremente pela BR”.

Antes de sair da presidência, Dilma Rousseff garantiu R$ 230 milhões em recursos públicos para serem investidos na estrada, mas o governo federal que a sucedeu virou as costas para o problema. “A presidenta Dilma deixou recurso para que a sobras fossem realizadas, destinamos uma emenda de bancada também, e além disso o governador Tião Viana tem sido um gestor incansável na cobrança de ações do DNIT”, explicou.

O deputado relembrou o papel da oposição no caso. “O senador Gladson e seus aliados promoveram uma festa para anunciar obras de manutenção na estrada, mas até agora absolutamente nada foi feito. O que se vê é abando, descaso e desrespeito com a população do nosso Estado. Vamos continuar cobrando atitudes do governo federal, ou então veremos a BR 364 fechada”, concluiu.