Capoeiristas celebram investimento de R$ 1 milhão em emendas do deputado Leo de Brito

“Nunca se investiu tanto no movimento de Capoeira, como o deputado Leo de Brito tem feito”. Com essa frase o presidente da Federação Acreana de Capoeira, Wanderley Nogueira conhecido como Mestre Miau, deu inicio ao encontro de representantes de entidades ligadas ao movimento de Capoeira, com o deputado federal Leo de Brito, o vereador de Rio Branco, Rodrigo Forneck e o diretor de políticas da Fundação Garibaldi Brasil (FGB), Sid Farney, na noite desta segunda-feira, 19.
“A gente tem que agradecer muito ao deputado Leo. Com parte do recurso vamos comprar fardamento e garantir a realização de sete eventos importantes para categoria. Saber que existem políticos que olham pelo nosso movimento é fundamental”, explicou.
Leo de Brito destinou R$ 1 milhão para apoiar atividades e garantir infraestrutura, aos grupos que praticam Capoeira no Acre. Parte da emenda será utilizada para compra de camisas, calças e cordas, e a outra parte para implementar o Plano de Salvaguarda da Capoeira, construído em 2017. O Plano prevê a construção de um Centro de Referência e valorização dos mestres de capoeira, entre outras diretrizes que foram pactuadas com os capoeiristas e outros movimentos culturais.
Para Rodrigo Forneck a destinação do recurso pode ajudar na conquista de uma nova cadeia da economia da cultura. “Precisamos celebrar esse momento como um grande esforço do deputado Leo para investir cultura. Ter mais de R$ 1 milhão em recursos é um marco para a cultura. Além disso, a destinação da emenda foi construída com a total participação dos capoeiristas.  O movimento vai ter condições de realizar suas atividades e implementar o plano de salvaguarda, isso nos garante a possibilidade de ter profissionais mais valorizados e mais acesso da população garantido. Um novo momento inclusive para a economia de quem faz cultura”, frisou.
Leo de Brito agradeceu a parceria dos grupos de capoeira e chamou a atenção para a importância da Capoeira, em especial para a juventude. “Vivemos um momento no país em que eu acredito que investir na cultura, no esporte, na educação é muito melhor do que armar os cidadãos. A nossa juventude tem sido liberta por meio do esporte, da dança, da arte e a gente que representa o povo precisa olhar com carinho para cultura. Esse foi um compromisso que eu assumi com o movimento e tenho alegria de por ter contado com o empenho de todos para que hoje esse sonho se tornasse realidade”, finalizou.